Trabalhadores das universidades federais realizam paralisação

Funcionários técnico-administrativos das universidades federais devem cruzar os braços nesta quarta-feira (25).  Eles informam que a paralisação também deverá ser realizada nos dias 9 e 10 de maio, podendo se transformar em uma greve por tempo indeterminado.

A principal reivindicação dos trabalhadores é o aumento do piso salarial de R$ 1.034,00 para cerca de R$ 1,9 mil. Eles também pedem reajuste do valor do auxílio-alimentação, maior valorização e melhores condições de trabalho.

A última greve da categoria foi realizada no ano passado e teve duração de quatro meses. No Paraná, foram bastante afetados os serviços realizados no Hospital de Clínicas (HC) da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Cirurgias e outros procedimentos tiveram que ser cancelados devido à ausência de funcionários.

Mostrar próximo post
Carregando