Operação Wally prende 5 acusados de integrar 'grupo de extermínio'

O Núcleo Regional do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em Curitiba cumpriu na manhã desta sexta-feira (22) cinco mandados de prisão temporária, dez mandados de busca e apreensão, além de autuar em flagrante delito outras três pessoas nos municípios de Colombo, Campina Grande do Sul, Quatro Barras (na região metropolitana de Curitiba) e Jacarezinho (Norte).

Os mandados foram expedidos pelo Juízo da Comarca de Colombo, com base em investigação que apura a existência de uma quadrilha responsável por homicídios, roubos e comércio de armas nos municípios da região metropolitana, integrada por civis e policiais militares da região. Segundo o Gaeco, a quadrilha atua como “um grupo de extermínio” na região. O líder do grupo, que também foi preso, seria um oficial da Polícia Militar do Paraná que recentemente comandou o Pelotão da PM de Campina Grande do Sul.

De acordo com o Gaeco, a quadrilha pode ser responsável por pelo menos oito homicídios na região, entre eles a morte do procurador de Justiça aposentado Orivaldo Spagnol, no dia 5 de agosto de 2011. Com a prisão dos integrantes da quadrilha, o Gaeco solicita que pessoas que tenham conhecimento de outros fatos praticados pelo grupo entrem em contato nos próximos dias.

Mostrar próximo post
Carregando