Ex-secretário de Londrina preso por oferecer propina

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) prendeu na tarde desta terça-feira (24) o ex-secretário de Governo de Londrina, Marco Cito, e o representante da Cooperativa Regional de Coleta Seletiva e Reciclagem da Região Metropolitana de Londrina (Cooprelon), Ludovico Bonato.

Cito é acusado de ter oferecido R$ 40 mil em propina ao vereador Amauri Cardoso (PSDB) para que votasse contrário à abertura de Comissão Processante (CP) contra o prefeito municipal (caso Centronic), nesta tarde, na Câmara. A situação foi comunicada pelo vereador ao Gaeco e o flagrante foi feito, logo após Bonato entregar R$ 20 mil em dinheiro a Cardoso. Cito foi preso na sequência, quando saía da Prefeitura.

Mostrar próximo post
Carregando