A incrível amizade entre um cisne negro e um guarda municipal

Tudo começou há cerca de dois anos, quando a companheira do cisne que vive na Universidade Livre do Meio Ambiente, na capital, foi morta por cachorros. Monogâmico e bastante territorialista, o animal não aceita um novo parceiro de sua espécie. Porém, se dá muito bem com o guarda municipal Hélio Estievano, que trabalha no local. Atende quando é chamado pelo amigo e até aceita receber comida na boca.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=enF6yQwn3zM[/youtube]

Mostrar próximo post
Carregando